Degustação que a Camila participou

A Grécia possui 130 mil hectares de vinhedos, sendo 70 mil de Vitis Viníferas (uvas que produzem vinho fino). Hoje falaremos sobre os vinhos que provei na degustação do dia 04 de maio.

1º White Dot – Ele é da região do Peloponeso, parte Continental da Grécia, se apresenta como um vinho fresco com aromas florais, e é produzido a partir das uvas Moschofilero e Malagousia. Além disso, o While Dot pode ser facilmente harmonizado com saladas e grelhados.

2º Strofilia Savvatiano – Trata-se de um monovarietal, ou seja, única casta utilizada em produção. Savvatiano. Ele é vinho sutil, de baixa acidez, que harmoniza muito bem com molhos brancos, carne branca e queijos leves .

3º Mountain Fish – Fácil de beber, embora sua uva – Agiorgitiko – seja de difícil pronúncia; é uma casta muito utilizada para produzir vinhos tintos. O Mountain Fish é de uma região montanhosa e apresenta um vinho mais equilibrado, com aromas de frutas vermelhas e toques de pimenta preta e cravo. Ele é uma ótima pedida para harmonizar com pizza ou massas ao molho bolonhesa.

4º States Crossroads – Vinho tinto que é um blend, isto é, uma mistura de Agiorgitiko com a já conhecida uva Shiraz. Ele é bem equilibrado, com toque de frutas vermelhas e possui tanino(s) aveludado(s) e redondo(s). É uma boa opção para acompanhar carnes assadas e massas

5º Strofilia Nomea – Vinho tinto 100% Agiorgitiko, (uma das Casta mais utilizadaS para produção de vinhos tintos) é encorpado e equilibrado. Têm aromas de especiarias, frutas vermelhas, e é ótimo para ser tomado a dois. Uma curiosidade sobre a Agiorgitiko, é que ela é conhecida como o sangue de Hércules (herói da cultura greco-romana). Diz a lenda que após matar o leão de Nemeia, ele saciou sua sede tomando o vinho de Nemeia.

Texto de Camila Rosa, adaptado por Bruno Barra.